As células-ovo, ou zigoto, possuem substâncias nutritivas armazenadas no citoplasma, que constituem o vitelo. Assinale a alternativa que relaciona corretamente as células-ovo à quantidade e distribuição do vitelo, aos grupos animais que as apresentam e ao
UEL 2018

Leia o texto a seguir.

A determinação de um ambiente propicio à origem da vida na Terra divide as opiniões dos cientistas. Uns defendem que o surgimento da vida teria ocorrido, por exemplo, na sopa primitiva dos oceanos, em superfícies de minerais de argila, ou então em sistemas hidrotermais, solos, atmosfera, lagos e ilhas vulcânicas. Vale a ressalva de que a presença de determinados compostos químicos em meteoritos aponta ainda uma contrariedade em relação à concepção de que o universo é pobre em matéria orgânica.

(Adaptado de: FERREIRA, S; ALVES, M, I, C; SIMÕES, P. P. Ambientes e Vida na Terra - os primeiros 4.0 Ga. Estudos do Quaternário, 5, APEC, Porto, 2008, p. 99-116.)

As células-ovo, ou zigoto, possuem substâncias nutritivas armazenadas no citoplasma, que constituem o vitelo. Assinale a alternativa que relaciona corretamente as células-ovo à quantidade e distribuição do vitelo, aos grupos animais que as apresentam e ao tipo de segmentação.

Solução

Ovos isolécitos, que possuem pouco vitelo distribuído de maneira uniforme, estão presentes em mamíferos e apresentam segmentação holoblástica.


As células-ovo ou zigoto possuem quantidade e distribuição diferentes de vitelo (reserva nutricional para o embrião) e segmentações diferenciadas em cada grupo de organismos, classificados em ovos: oligolécitos ou isolécitos, que possuem pouco vitelo, distribuído de maneira homogênea, formando blastômeros do mesmo tamanho (segmentação holoblástica total), como ocorre em muitos invertebrados, protocordados e mamíferos placentários; heterolécitos ou mesolécitos, que possuem grande quantidade de vitelo no polo vegetativo, com blastômeros maiores e menores (segmentação holoblástica desigual), como ocorre em muitos peixes e anfíbios; telolécitos ou megalécitos, que possuem muito vitelo e restringem o núcleo e as organelas ao polo animal, com divisões apenas nessa região (segmentação meroblástica parcial), como ocorre em alguns invertebrados, alguns peixes, répteis, aves e mamíferos não placentários; centrolécitos, que possuem grande quantidade de vitelo na região central, com divisão apenas nos núcleos, na superfície (segmentação meroblástica superficial), como ocorre nos artrópodes.